Cirurgia Íntima

Da mesma forma que a medicina permite melhorias nas mamas, nas orelhas, no nariz e no bumbum através das cirurgias plásticas, com as cirurgia intimas é possível alterar a estética vaginal.

A cirurgia intima mais procurada e a ninfoplastia ou labioplastia (diminuição dos pequenos lábios vaginais).

Indicada quando os pequenos lábios ultrapassam os lábios maiores, a ninfoplastia e uma escolha da paciente, já que a hipertrofia de pequenos lábios não e uma doença, e sim uma característica genética. Porem pode causar desconforto em algumas situações. Dores podem aparecer durante o ato sexual já que o pênis pode ¨empurrar¨ os lábios para o interior da vagina, pode causar assaduras durante a menstruarão, e o mais comum, alterações psicológicas causadas pelo constrangimento que a mulher pode vir a sentir do parceiro ou mesmo ao usar roupas de banho.

Considerada pela classe médica como cirurgia de pequeno porte com resultado satisfatório, tem duração média de 30 minutos e a paciente pode retornar a sua casa no mesmo dia do procedimento. Já para retorno ao trabalho são necessários em média 5 dias. Para atividade sexual e exercícios, banhos de piscina ou mar, pedimos 30 dias. Dores podem aparecer, porem são facilmente controladas com analgésicos simples.

A mucosa vaginal tem cicatrização fácil, o que torna as cicatrizes imperceptíveis.

O resultado definitivo da ninfoplastia é alcançado após 6 meses, não alterando a sensibilidade (prazer sexual), não causando dor na relação e sem dificultar posteriores partos vaginais.

Alguns cuidados pós cirúrgicos serão necessários, entre eles, não usar roupas justas, e o uso de compressa fria e pomadas cicatrizantes no local.

Dra. Fernanda Rosa Delli Paoli

Graduada em medicina, formada em 2006, cursou o programa de Residência Médica em Ginecologia e Obstetrícia no Hospital Pérola Byington no período de 2007 a 2009. Fez Pós-graduação em Oncologia Pélvica pelo Hospital Pérola Byington, em 2010. Realizou especialização em Patologia do Trato Genital Inferior (PTGI) pela Faculdade de Medicina do ABC e pela Faculdade de medicina da USP. Completou sua especialização com Pós-graduação em Sexualidade Humana pela Faculdade de medicina da USP. Em 2012 obteve o Título de Especialista em Ginecologia e Obstetrícia pela FEBRASGO e, em 2013, conquistou Título em PTGI e Sexualidade pela mesma sociedade.